Press "Enter" to skip to content

!Raia Diplomática está de vuelta!

Este editorial pode parecer estranho e confuso! Tem um texto em português e o outro em espanhol.

O nosso leitor poderá pensar que houve alguma desatenção ao elaborar o primeiro editorial da nova Raia Diplomática. Mais que isso, uma falta de profissionalismo.

Nada disso querid@ leitor@!

Em primeiro lugar: esta é a primeira parte, cujo corpo da notícia está em português, e a outra parte está em espanhol.

Não renunciando ao nosso espírito global e pertencente a uma comunidade internacional cada vez mais integrada, constatamos que a Península Ibérica continua com muitas interminência na sua convivência.

Recordo que o tema de capa da primeira edição impressa da Raia Diplomática era: “Uma nova visão para a Europa” (Novembro 2009), ainda antes do desencadear da crise económica que atingiu severamente Portugal, Espanha e parte da Europa. Partindo desse título, hoje, mais que nunca a Península Ibérica precisa de reinventar-se.

Bem, já sei que o termo “reinventar” pode criar a alguns uma espécie de orticária, e a outros podem entrar num estado de estimulação.

Não será certamente fácil gerir os estados de alma do quotidiano peninsular. Será necessário uma grande destreza para equilibrar as emoções das partes que compõem o ecossistema social ibérico.

Temos que ter a sabedoria para ligar as pessoas dos diferentes pontos deste “quadrado”. Valorar o que melhor  se faz nas nossas Terras de Isibraia, na emociante Galiza, no Alentejo tranquilo, na Andaluzia acolhedora, na frenética Madrid, nos encantos dos Açores, na resistente Astúrias, na beleza atlântica da Madeira, na desconcertante Catalunha, no sol do Algarve, na imensa Castela, na bravura do País Basco, na resilência do Norte de Portugal, na amistosa Extremadura, nos sabores do Centro de Portugal, na emoção de Navarra e Aragão, na mediterrânica Valência, na diversidade das Canárias, na tolerante Lisboa, e de todas as outras regiões que integram um mosaico bem precioso e que devemos bem preservar. Esses valores devem estar por cima da ligeireza e do discurso balofo da supremacia.

Sendo assim, quero convidar a todos aqueles que quieram saber mais sobre a reinvenção da Península Ibérica pela Raia Diplomática a ler as nossas notícias, reportagens, entrevistas e crónicas nas diferentes plataformas que dispomos. Através da nossa página web (raiadiplomatica.info), das redes sociais como facebook, twitter, google+, ou até mesmo do nosso canal do youtube, e presencialmente nos nossos eventos, são as formas que nos damos a conhecer.

E é assim que começa a nossa Comunidade Ibérica!

Bruno Caldeira

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.