Press "Enter" to skip to content

COPENHAGA – A ÁRVORE DAS CHUCHAS

O grande viajante é muitas vezes aquele que não usa guias, que tem pavor de mapas e que gosta de se aventurar por lugares de que nunca ninguém lhe falou. E é esse espírito de descoberta, de querer ver todas as perspectivas de um mesmo lugar que o leva a grandes, ou até mesmo a pequenas mas significantes, descobertas.

 

Normalmente quando admiramos uma árvore avaliamos a dimensão do seu tronco, discutimos sobre o tipo de folha, apaixonamo-nos pelas suas cores ou divagamos debaixo da sua sombra. Mas em Copenhaga a árvore pode ser também ajuizada pela diversidade e quantidade das suas chupetas.

No Parque de Frederiksberg as chuchas das crianças estão penduradas juntamente com postais e cartas numa árvore. Quando as crianças deixam de usar a chupeta, os pais trazem-nas para esta árvore. Este acto pretende trazer sorte e simboliza a passagem da criança a uma nova fase da vida.

As cartas que são deixadas na árvore contêm palavras de despedida. Deixo-vos um exemplo:

Goodbye Pacifier. My best friend. I love you. I’ll miss you. But now I’m a big girl, and mom and dad say I don’t need you anymore… Ida, 3 years + 3 months.

Adeus Chupeta. Minha melhor amiga. Gosto muito de ti. Terei saudades tuas. Mas agora são uma menina crescida, e o meu pai e a minha mãe dizem que já não preciso mais de ti….Ida, 3 anos e 3 meses

As crianças podem, posteriormente, vir visitar a sua chupeta nesta espécie de árvore de Natal decorada durante o ano.

Neste recanto de Copenhaga, por vezes esquecido pelos turistas, podemos deslumbrar-nos com os campos verdes e os lagos enquanto deambulamos pelos seus jardins. Para aqueles que gostam de palácios, visite o Palácio Frederiksberg, que foi a residência de Verão da família real até 1869.

E já sabe, quando viajar, aventure-se. Parta sempre à descoberta de pequenos recantos como este.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.