Press "Enter" to skip to content

DA PSICOLOGIA DE MASLOW À GESTÃO

A psicologia é a ciência dos fenómenos psiquícos e do comportamento humano.

Estima-se que essa ciência teve origem na Antiga Grécia, por volta do ano 500 a.C, mas estando acoplada à filosofia. Apenas no Séc. XIX na Universidade de Leipzig é que a psicologia, surgiu independente da filosofia através do estabelecimento de métodos e princípios teóricos aplicáveis, ao estudo e tratamento de diversos aspectos da vida e da sociedade humana.

A teoria psicológica tem um carácter interdisciplinar por sua íntima ligação com as ciências biológicas e sociais, como seja, a gestão, e também por recorrer cada vez mais às metodologias estatísticas, matemáticas e informáticas. Não existe portanto, uma só teoria psicológica, mas uma variedade de escolas, correntes, e muitas das quais apresentam profundas divergências entre si.

Actualmente a psicologia está divida em quatro grandes correntes denominadas de forças:

Psicologia comportamental ou “ Behaviorismo”- criada por John B. Watson. Reformulou os conceitos de consciência e imaginação, negando o valor da introspecção. Rejeitando assim,  tudo o que não pudesse ser mensurável ou observável em laboratório. Somente o comportamento manifesto era possível ser validado cientificamente. Ora esta postura científica foi por em causa mais tarde, pela Psicologia Humanista. Todavia, os estudos de Watson tiveram um grande valor para a expansão da psicologia moderna.

Psicanálise – Este estudo criado por Sigmund Freud focalizava prioritariamente a patologia e o extremo sofrimento humano, diante da sua própria impotência e limitação.

Psicologia Humanista – Surgiu na década 50 do Séc. XX, nos Estados Unidos e na Europa, como reacção à Psicologia Comportamental. Os “ Humanistas” defendiam a inclusão da emoção ou do afecto, que consideravam inerentes e fundamentais no ser humano.

Abrahm Maslow é assim considerado o “pai”  deste movimento, e defendia que o ser humano  no humanismo é a  de um ser criativo, com capacidades de auto-reflexão, tomar decisões, escolher e ter valores.

Se na psicanálise de Freud se concentrava na doença e na miséria humana, Maslow considerava que era necessário encontrar os aspectos saudáveis que dão riqueza e valor à vida Humana.

 Força da psicologia transpessoal – é a partir das idéias elaboradas da Psicologia Humanista surge esta Quarta Força.

Maslow acreditava que viver o aspecto transcedente era importante e crucial em nossas vidas. Pensar em holística, transcendendo dualidades como estar certo ou errado, bem ou mal, passado, presente ou futuro é fundamental para o ser humano. E segundo ele, sem o transcedente ficaríamos doentes, violentos e niilistas, vazios de esperança e apáticos.

 

 

 

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.