Press "Enter" to skip to content

A FORMAÇÃO DO BENFICA GERA 125 MILHÕES DE EUROS

Nomes como Bernardo Silva, Gonçalo Guedes, Nélson Semedo, Renato Sanches, André Gomes, Ivan Cavaleiro e outros, ajudaram a formação do Benfica a criar riqueza.

Em apenas dois anos, a formação do Benfica angariou mais de 125 milhões de euros, sendo um dos frutos do labor do Centro de Estágios do Seixal.

Em 2016 após uma época fulgorante e logo no seu primeiro ano na equipa principal, Renato Sanches foi nesse verão transaccionado para o Bayern de Munique por 35 milhões de euros.

Este foi o negócio mais significativo da cantera do Benfica.

Gonçalo Guedes que agora está a fazer uma excelente temprada ao serviço do Valência foi anteriormente ao Paris Saint Germain por 30 milhões de euros.

Aliás, o clube parisiense que ainda detém os direitos económicos do atleta pretende no final desta época desportiva rentabilizar o investimento realizado.

Colossos do futebol europeu estão muito interessados no jovem futebolista de 20 anos.

Outro exemplo do êxito da academia do Benfica é Bernardo Silva.

O actual jogador do Manchester City foi antes vendido ao Mónaco AS por 15 milhões de euros.

Praticamente sem ter jogado na equipa principal do Benfica, e boicotado pelo seu antigo treinador no Benfica, Jorge Jesus (actualmente a treinar no Sporting de Lisboa).

Apesar do despreso desportivo que Jorge Jesus nutria por Bernardo Silva, chegando a treinar a defesa esquerdo, algo absurdo pelas qualidades técnica que este jogador possui.

Bernardo Silva chegou a afirmar: “fiz toda a formação como médio ofensivo ou ala direito. Era a primeira vez que treinava regularmente com defesa. Foi a primeira pré-temporada no Benfica e, quando somos colocados numa posição que não é nossa, tudo fica mais complicado”

Para Luís Filipe Vieira, presidente do Sport Lisboa e Benfica, “o coração do Benfica estará no Centro de Estágios do Seixal”.

O centro de criação das jovens estrelas benfiquistas continua a crescer.

A próxima fase de crescimento do centro de formação do Benfica terá um investimento de 11 milhões de euros, que farão aumentar o refeitório, a criação de mais 27 quartos e um outro edifício para a área técnica.

Posteriormente, também está previsto a construção de um colégio para 800 e que depois se incrementará para 1.200 alunos.

Para Luís Filipe Vieira, “será um espaço para os jogadores desde o pré-escolar até ao 12º ano, de forma a aliar o ensino ao desenvolvimento desportivo.

 

 

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mission News Theme by Compete Themes.