Press "Enter" to skip to content

GERAÇÃO DE MAIS EMPRESAS NA PENÍNSULA IBÉRICA

Rate this post

O ambiente económico desanuvia apesar de algumas incertezas políticas: sobretudo a instabilidade na Itália e no Médio Oriente, a geração de mais empresas na Península Ibérica é uma realidade.

Para Portugal segundo nos diz o barómetro de criação de empresas da Informa D&B, houve um incremento de mais 17.002 empresas e outras entidades afins nos primeiros quatro meses do ano.

Este crescimento na geração de mais empresas corresponde a um aumento de cerca de 13%, comparando como o período homólogo do ano passado.

Já em Espanha a geração de mais empresas em Abril foi de 36.137 empresas.

Este dado é avançado por Axesor, que também nos informa sobre notícias menos positivas para a Catalunha.

O ambiente político criado nos últimos anos com o Procés, decaiu a geração de mais empresas nesta comunidade autónoma de Espanha.

A geração de novas empresas catalanas em Abril deste ano, foi a mais baixa desde 2013, com um incremento de 11% ou seja mais 1.765 novas empresas, comparando com o mesmo período do ano passado.

Voltando a Portugal, o sector mais beneficiado foi o Turismo. O que não é de estranhar visto que o boom deste sector tem ocorrido nos últimos anos.

Também não podemos olvidar, que em 2017 Portugal foi considerado o melhor destino de turismo pela Travel World Awards.

Neste sector as actividades com melhor desempenho foram os serviços que geraram 649 novas empresas.

As actividades imobiliárias, a construção, o alojamento, restauração e os transportes permitiram ao sector do turismo adiantarem-se em relação a outras.

O sector da saúde e das tecnologias de informação e da comunicaçãotambém contribuiram para a geração de novas empresas, e consequentemente mais emprego. Este crescimento cifrou-se em 22,6 e 29,6% respectivamente.

Quanto aos distritos que mais beneficiaram com este impulso empreendedor, é liderado pela Grande Lisboa com 909 novas empresas constituidas. Seguindo-se o Grande Porto com 417 e o distrito de Setúbal com 213.

Em Espanha, o sector que mais cresceu em Abril de 2018, comparando com o período homólogo do ano passado foi a construção civil com 1361 empresas constituidas e as imobiliárias com 947 empresas geradas.

No que diz respeito à evolução da geração de novas empresas por comunidades, nos primeiros quatros meses do ano, é liderado por Ceuta e Melilla com 13,2% e depois vem a Comunidade de Madrid.

 

 

 

 

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *