Press "Enter" to skip to content
Bankinter tem um grande coração em Portugal

BANKINTER TEM PORTUGAL NO CORAÇÃO

A fase de domínio da banca portuguesa pelos bancos de Espanha continua. E agora, o Bankinter tem Portugal no coração e no bolso.

A operação deste banco espanhol em Portugal já representa 7% da sua margem bruta total. É o mesmo que dizer que o Bankinter tem Portugal no coração.

O volume dos depósitos em Portugal subiu para 4,2 mil milhões de euros, ou seja cresceu 4% em relação ao primeiro semestre de 2017.

A concessão de crédito aos clientes atingiu os 5,2 mil milhões de euros, o que significa um crescimento de 12% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

De notar que esse crescimento foi sentido mais no segmento de empresas.

Quanto aos resultados globais e aos lucros, o Bankinter teve no primeiro semestre deste ano um lucro de 261 milhões de euros, um crescimento de 8,4% em relação ao período anterior do ano passado.

Estes valores são a continuação dos resultados do primeiro trimestre de 2018 que atingiu os 143 milhões de euros. O que representou uma subida 15% em relação ao período homologo do ano passado.

Quanto às exigências de solvência, o Bankinter está acima do que é solicitado pelas entidades regulatórias. É medida através do rácio de capital CET 1 na ordem dos 11,55%.

A compra do negócio do Barclays em Portugal, em 2016, é o mesmo que referir que o Bankinter tem Portugal no coração e nos bons negócios.

Em 2016, o banco espanhol pagou 86 milhões de euros para assumir o negócio do banco britânico em Portugal.

Face aos resultados actuais, a estratégia de internacionalização surtiu um grande efeito, pelo menos em Portugal. E isso dá mais motivação à administração do banco com sede no Paseo de la Castellana em Madrid, a prosseguir com este objectivo.

Antes de assumir a nova gestão espanhola, o então Barclays Portugal contava com 84 agências e 173.000 clientes, de que mais de 10% eram empresas.

 

 

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.