Press "Enter" to skip to content

ESPANHA MELHOR QUE PORTUGAL NO DOING BUSINESS

Rate this post

O contexto cultural e a aproximação dos hábitos sociais fazem com que Espanha e Portugal estejam praticamente empatados no Doing Business.

Num estudo recentemente divulgado pelo Banco Mundial denominado Doing Business, coloca Espanha em 30º lugar com 77,02 pontos e Portugal vem logo a seguir em 34º com 76,84 pontos.

Quer Espanha que Portugal desceram no ranking Doing Business de forma não muito acentuada. Assim, Espanha baixou dois lugares, enquanto a perspectiva portuguesa para Doing Business baixou cinco postos.

Os primeiros lugares desta lista são ocupados por:

1º Nova Zelândia (86,59)

2º Singapura (85,24)

3º Dinamarca (84,64)

4º Hong Kong (84,22)

5º Coreia do Sul (84,14)

6º Geórgia (83,28)

7ª Noruega (82,95)

8º Estados Unidos (82,75)

9º Reino Unido (82,65)

10º Antiga República Jugoslava da Macedónia (81,55)

 

Quanto às grandes potências a situação é a seguinte:

46º China (73,64)

39º Japão (75,65)

24º Alemanha (78,90)

32º França (77,29)

109º Brasil (60,01)

Doing Business é um relatório económico que foi lançado pelo Banco Mundial em 2002, que compara 190 economia do mundo tendo em atenção quanto à facilidade ou não de gerar negócios.

Entre os seus critérios de avaliação contam-se: o impacto das regulamentações dos Estados sobre as actividades empresariais, a competição entre os países para conseguirem uma regulamentação mais eficiente, os padrões de referência sobre reformas no contexto de negócios de cada país, o cálculo de maior volume de negócios de cada país.

O relatório Doing Business inclui ainda informação mais detalhada sobre os países de estudo, em especial das suas regiões e das suas principais cidades. E ainda são acompanhadas por recomendações de reformas estruturais a aplicar.

Em termos empresariais, o relatório Doing Business analiza as leis e os regulamentos que influenciam nas áreas do ciclo de vida de uma empresa.

As principais áreas de estudo desse ciclo são: criação de una empresa, gestão de licenças de construcção, obtenção de energia eléctrica, registo de propriedades, concessão de crédito, protecção dos investidores minoritários, pagamento de impostos, comércio transfronteiriço, cumprimento dos contratos e resolução dos processos de insolvência.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *